ucuz takp

Investimentos imobiliários na Flórida foram foco principal do último dia do evento Doing Business With Central Florida

As atividades do último dia do Doing Business With Central Florida, promovido pela Câmara de Comércio Brasil Flórida, mostraram claramente que as mais de 350 pessoas que estiveram presentes nos três dias do evento já começaram a formatar as suas ideias sobre como viabilizar seus planos de investir na Flórida. As palestras do dia foram focadas em investimentos imobiliários, oportunidades nos setores de hotelaria e hospitalidade, as regras para ter um seguro de vida ou de saúde, assim como uma previdência privada nos EUA, além de um debate sobre como escolher o sócio ideal para abrir o seu negócio.

A primeira apresentação do dia foi a do Dr. Miguel Kaleb, que é Vice Presidente de Novos Negócios da VOA, contando um pouco dos projetos realizados pela consultoria na área de arquitetura na Flórida, com o objetivo de mostrar as oportunidades no setor imobiliário reservadas aos brasileiros interessados em investir nesse segmento. Na sequência, foi a vez do especialista em imigração e Sócio-Diretor da Beshara Professional Association, Edward Beshara, apresentar as possibilidades e os mitos de obter um Green Card por ter imóveis nos EUA.

Jan Gautam CHA, MBA é Embaixador da AAHOA e Presidente da Interessant Hotels & Resort Management, teve a responsabilidade de falar sobre as possibilidades para quem tem interesse de apostar em negócios nos segmentos de hotelaria e hospitalidade. Na ocasião, ele sinalizou que um dos negócios mais vantajosos é investir em hotéis, já que o ROI (Retorno sobre Investimento) é mais compensador e rápido. Entretanto, é sempre muito importante avaliar os seus recursos e as suas preferências antes de escolher em que tipo de negócio investir. Ainda para os interessados nesse setor, Neyla Fernandes, que é fundadora da All Central Florida Realty, explicou o processo para viabilizar investimentos em negócios imobiliários, hipoteca, financiamento, gerenciamento e administração de propriedades.

“Foi nesse momento que notamos muitos participantes fazendo perguntas porque nas explicações sobre os processos encontraram meios de efetivamente realizar negócios”, comenta Laiz Rodrigues, presidente da Câmara de Comércio Brasil Flórida. “Estamos muito satisfeitos com os resultados alcançados pela nossa missão e estamos prontos para apoiar em todos os aspectos os brasileiros interessados em investir na Flórida, por meio da indicação dos especialistas mais qualificados para oferecer o suporte necessário para não cometer erros, que custam dinheiro, na hora de abrir o seu negócio nos EUA”, explica.

Em seguida, Jeffrey O’Neall, tradutor do Departamento de Comercio EUA /SP, voltou ao palco para explicar a importância de construir um crédito e como investidores podem aplicar para onera cartões de crédito. Outro assunto de grande importância abordado durante o dia foi relacionado às diferenças na hora de fazer um seguro de vida, um seguro de saúde e uma previdência privada nos USA. Os principais pontos que devem ser considerados nessa hora foram explicados por Elisiane Ramos, que é agente de Seguros especializada em Transnacionais. Por fim, o evento foi encerrado sobre um interativo debate voltado ao mundo dos negócios e sobre um assunto bem polêmico: como lidar com um sócio que você não quer e em quem você deve confiar. A discussão foi conduzida pelos consultores Michael J. Hanley e André Gucailo.

Balanço
O evento contou com 23 palestrantes, que falaram sobre oportunidades de investimentos na Flórida Central, esmiuçaram questões técnicas como remessas de valores, processos necessários e imigração, real estate, tipos de vistos, entre outros, ao longo de três dias. Assim como com a participação de mais de 350 executivos de pequenas, médias e grandes empresas, além de investidores de olho nas oportunidades oferecidas na região. “O evento superou as nossas expectativas e estamos muito felizes com os resultados gerados. Tivemos um feedback muito positivo de várias pessoas que ainda estavam em dúvida se a Flórida Central tem potencial de negócios no ambiente corporativo, que disseram que após tudo que ouviram agora têm certeza de onde investir, empreender ou imigrar.  Estamos planejando nossos próximos passos e em breve divulgaremos para todos. Nossa missão não acabou”, finaliza Laiz. Mais informações no site: www.cfbacc.com/missionbrazil.

Depoimentos
“O evento abriu a minha mente para novas oportunidade que antes desconhecia de como me preparar para novos investimentos em um outro país, que oferece tantas oportunidades e vantagens, tanto para a vida pessoal quanto para a profissional. Agora é fazer o business plan e preparar as empresas para a expansão internacional”, avalia Igor Rodrigues, empresário dos ramos de comunicação e imobiliário.

“Todo o pessoal da Câmara está de parabéns pelo formato do evento, conteúdo das palestras e a preocupação de querer ajudar os brasileiros interessados em imigrar para a Flórida Central. Mostraram que não estamos sozinhos e temos a quem recorrer. O evento conseguiu abranger desde a abertura de um negócio até os trâmites necessário para quem quer apenas viver na Flórida. Eu consegui entender como calcular a parte de tributação fiscal e fazer um business plan, tudo de forma bem didática. Foi além do que eu imaginava”, explica Élida Eiza Gonzalez, empresária.

“O evento foi extremamente proveitoso, pois em três dias, todos os aspectos de um investimento na Flórida ou de uma mudança pessoal para lá foram claramente expostos. Quem assistiu poupou muitos dias de pesquisa e reuniões, em pouco tempo, quase tudo ficou esclarecido. Foi um sucesso. Só falta organizar um evento semelhante in loco, ou seja, em Orlando”, esclarece o empresário Jean Noel Hardy.

“O evento foi bastante esclarecedor e pé no chão para quem quer se aventurar nos Estados Unidos. Além disso, as palestras foram bem completas e esclarecedoras. Um dos palestrantes que mais gostei foi o Edward Beshara. Ele deu uma aula sobre vistos e esclareceu pontos que só conseguiríamos se contratássemos uma consultoria”, detalha Carol Lovisaro, proprietária da Lovisaro Arquitetura.