ucuz takp

Flórida também é tecnologia, sim senhor!

Falou em tecnologia e Estados Unidos, se pensa logo em Vale do Silício, na Califórnia. Mas a Flórida também possui seu próprio pólo tecnológico, que oferece inúmeras oportunidades para empresas de tecnologia de qualquer porte.

Há 20 anos atrás, a região tecnológica da Flórida, que se localiza ao redor da rodovia I-4 na Flórida Central, se chamava “I-4 High Tech Corridor”. A denominação surgiu quando deliberadamente o estado criou uma ONG para promover esse ‘corredor’ de terra, que se estende por 23 condados, como um local onde empresas de tecnologia e pesquisa se concentrariam, trazendo diversas vantagens mercadológicas para a região e para as empresas. Hoje em dia, essa região é conhecida apenas como “The Corridor” (O Corredor), e atingiu um status tal qual o “Silicon Valley”, da Califórnia, e o “Research Triangle”, na Carolina do Norte.

Atualmente, o “Corredor” da Flórida tem quase 20 mil empresas de tecnologia de todos os portes em suas mediações. As maiores universidades localizadas no corredor, a Universidade da Flórida, Universidade Central da Flórida e Universidade do Sul da Flórida, geraram mais de 200 novas patentes no ano de 2014, número que ultrapassa em muito o “Research Triangle”, que registrou apenas 130 patentes no ano passado.

Leia também: Conheça as regiões da Flórida: East Central

São 19.914 empresas de tecnologia empregando 247.330 pessoas e pagando uma média de $79.822 dólares por ano. Muitas empresas surgiram nesse solo fértil, e várias outras optaram por se realocar para o corredor floridiano. As razões são óbvias: primeiro, faz total sentido mercadológico; segundo, que tal trabalhar duro durante o dia e aproveitar o restante do dia e fim de semana em passagens paradisíacas?

Por essa razão, as empresas estabelecidas no corredor tecnológico da Flórida, não tem achado dificuldade em recrutar força de trabalho altamente qualificada. Gênios do país inteiro decidem se mudar para a região, sem qualquer resistência. E, além disso, todos os anos centenas de novos profissionais são lançados no mercado pela UCF, USF e UF, as maiores universidades locais, que se destacam na área tecnológica.

O corredor é lotado de empresas ilustres nas áreas manufatureira, de robótica, aviação, jogos, aeroespacial, segurança cibernética, engenharia, softwares e pesquisa. Mas é notável também o surgimento de diversas incubadoras na região, que oferecem espaços e outros serviços à custos baixos para jovens empresários da área tecnológica. Esses locais podem ser alugados por um preço tão baixo quanto $100 por mês, e ali jovens tem acesso à um espaço aberto e equipado onde interagem com outros na mesma situação, enquanto começam seus negócios. Há também incubadoras como a a Canvs, que oferecem até serviços focadas em prestar apoio à mulheres empreendedoras, além de outros grupos mais específicos de pessoas.

Programas como o da Universidade da Flórida Central, também prestam assessoria e suporte para pequenos empresários, ajudando-os à sair do plano inicial e estabelecer uma fundação sólida para o crescimento. Os resultados são visíveis; o corredor já tem muitas histórias de empresas bem sucedidas, que começaram de uma boa idéia e acharam na região o sólo fértil que precisavam para crescer.

Leia também: Conheça as iniciativas da cidade de Orlando para apoiar pequenos empresários

Você tem uma empresa ou uma boa idéia na área de tecnologia? Ou é um profissional qualificado nessa área? Quer investir ou morar na Flórida? Se respondeu sim à essas perguntas, não precisa procurar mais para onde ir; o “corredor” é o lugar onde você deve procurar oportunidades. Acredite, elas existem e são muitas. E, saiba de cara, que, ao final de um dia duro de trabalho na Flórida, você ganha de brinde um sol brilhando para todos, literalmente!